Conveniência, um dos fatores importantes para ter um e-commerce de sucesso

Qual o negócio do seu e-commerce?

Grande parte dos debates atualmente são sobre como aumentar a competitividade da sua loja virtual no cenário econômico atual. Oferecer melhores condições de pagamento, extensão de parcelas ou entrega diferenciada são pontos constantemente levantados.

Muitas pessoas tem a visão de que a dinâmica de funcionamento de uma operação de e-commerce é diferente do funcionamento de uma loja física, o que não é verdade. Em linhas gerais, ambas devem ter geração de caixa e obter lucro através de margens positivas em suas vendas. Falamos sobre isso quando abordamos a formação de preço no e-commerce.

Acontece que, em um cenário onde tudo é muito virtual, os mais inexperientes acabam se esquecendo de algumas duras verdades. Um exemplo: não é possível parcelar o pagamento do fornecedor do mesmo modo que você parcelou a venda do seu produto, em 12 vezes no cartão.

Uma década atrás, o principal atrativo do “recém-descoberto” e-commerce era, acima de tudo, o preço. Essa crença vinha da prática norte americana que aplicava preços mais atrativos que os praticados nas lojas físicas aos produtos fora de linhas e “encalhados”. Hoje sabemos que esse tipo de produto é uma parte ínfima da gama de produtos disponíveis nas lojas online, logo, esse modelo de negócio não se aplica mais.

O que meu comércio eletrônico vende?
O que parece uma pergunta direta, na verdade vale mais como uma reflexão sobre: qual real benefício um e-commerce proporciona?

Partimos então para uma abordagem mais racional. Sua loja virtual é um ambiente que permite ao cliente o acesso a uma infinidade de produtos, em variações que talvez fossem encontradas depois de uma exaustiva peregrinação entre lojas do mesmo segmento. Nela, o consumidor pode decidir calmamente entre o produto que prefere sem a “pressão” de um vendedor ao seu lado perguntando se pode ser de de alguma ajuda.

Salvo raras exceções, quantas lojas permanecem abertas durante 24 horas por dia, durante todo o ano? Que dispões de uma série de informações técnicas sobre o produto e avaliações de outros consumidores sobre esse mesmo item. Ou seja, o seu negócio é, antes de tudo, conveniência.

Conveniência é um benefício que vale a pena pagar por ele. Perde quem ainda não sabe como inserir isso em sua estratégia de preços. E-commerce é um serviço. Se é um serviço, é possível cobrar pela conveniência.

Outros players podem oferecer formas especiais de parcelamento, frete grátis e vários outros pequenos benefícios. Mas, se os oferecem , é porque conseguiram transferir esses custos para outros lugares, que as vezes não percebemos nitidamente. O importante é que você priorize o crescimento saudável e contínuo do seu negócio, tentando sempre proporcionar uma experiência positiva para seu cliente e gerando novas vendas.

Comentários